<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12697588\x26blogName\x3dPalavrArdente\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://palavrardente.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://palavrardente.blogspot.com/\x26vt\x3d9091287933922860388', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
PalavrArdente

SILVES, outrora capital do Algarve, hoje, capital da Palavra Ardente 

quarta-feira, maio 25, 2005

12:25 da tarde -





X.29.4.17... " Portanto não amamos a Arte nem os artistas ( abaixo Apollinaire) E COMO TOGRATH TEM RAZÃO EM ASSASSINAR O POETA! Porém, já que é preciso extrair um pouco de ácido ou de velho lirismo, que seja feito em vivos solavancos - porque as locomotivas andam depressa...
... o umor, não devia produzir - mas que se há-de fazer? Atribuo algum umor a LAFCADIO, porque ele não lê e só produz em experiências divertidas, como no Assassinato- e isto sem lirismo satânico - meu velho Baudelaire putrefacto! - Era preciso o nosso ar seco um pouco; maquinaria - rotativas de óleos pestilentos - vrombis, vrombis - vrombis - Apita! Reverdy - divertido o phoeta, e aborrecido em prosa; MAX JACOB, meu velho fumista - TÍTERES - TÍTERES - TÍTERES quereis lindos títeres de madeira colorida!? Dois olhos sem chama e a rodela de um cristal de monócolo, com um polvo de máquina de escrever - Prefiro..."

Jacques Vaché

(1896/1919)
Lettres de guerre, 1920 ( extrait)
Anthologie de l'humor noir d'André Breton


Enviar um comentário

© PalavrArdente 2005 - Powered for Blogger by Blogger Templates



Free Hit Counter